CORPO E SAÚDE

CORPO E SAÚDE

COLUNAS ANTERIORES

Eberson Ferreira - 19:04 12/04/2018

A dor da alegria

Sabe aquela dor nas pernas que te limita até de caminhar normalmente, e aquela dor no abdome que te impede até de sorrir, pois é, se você tá sentindo essas e outras dores musculares é que você realizou um treino resistido, e seus músculos sofreram microlesões musculares e essas dores são ainda mais constantes para quem tá iniciando nesse tipo de atividade, e uma das perguntas que os iniciantes fazem é se essas dores nunca passam.

Ficar sem sentir dor por causa de um treino resistido (musculação) é quase improvável, para não dizer impossível. O que acontece é que seu corpo se adapta a rotina de exercícios e consequentemente as dores, porém, tudo isso se transformam em meras ilusões quando se muda os estímulos ou os exercícios, o que deve acontecer constantemente. Portanto, se prepare para sentir essa dor sempre, caso queira se manter ativo.

Além da dor de depois, ainda existe a dor do durante, sentir o seu músculo sendo exigido é completamente distinto de uma dor de desconforto, por mais que você execute o exercício de maneira correta, se você estiver sentindo uma dor fora do normal trate de parar e investigar o que está acontecendo de errado.

Essas dores “anormais” são comumente sentidas na região lombar, quadril e joelhos, em relação a lombar é uma das regiões mais exigidas do nosso corpo e na qual a gente menos se preocupa quando realiza movimentos diários, como pegar um objeto no chão, ao invés de agachar para pegar, faz isso de qualquer maneira e pode acabar sentindo desconforto. Aquela “dorzinha” que você sente depois de um treino de abdominal é também para fortalecer sua coluna que faz parte da região média do seu corpo que corresponde o abdome e lombar, também conhecida como CORE.

Dores no quadril e nos joelhos na maioria dos casos são provenientes de excesso de carga ou de falta de fortalecimento da parte posterior da coxa, a realização de agachamentos demasiadamente sem ter fortalecimento da parte de trás da coxa pode trazer dores e problemas futuros, ocorrendo o que chamamos de descompensação.

Agora, sentir aquelas dores depois de um treino e saber que aquilo vai te ajudar a conquistar seus objetivos é uma sensação maravilhosa, dores são sinais que estamos vivos e podemos nos exercitar sempre e essas dores são de alegria, sem desconforto pode ter certeza de que está no caminho certo, por isso nada de reclamar das dores, pois reclamar nem caloria queima.

Conheça seu corpo e seus limites e os sinais que seu próprio corpo te dá, procure sempre se exercitar com a orientação de um Profissional de Educação Física e em caso de dores fora do comum procure ajuda médica, não ignore um sinal que seu organismo está lhe mostrando.

Bons treinos a todos.

Para ter um contato mais direto comigo é só me seguir nas redes sociais!

facebook.com/ebersoncorposaude
instagram.com/@ebersoncorpoesaude

WhatsApp
99 99142-9578

AUTOR

Eberson Ferreira

Natural de Teresina-PI, filho adotivo de imperatriz- MA, professor de Educação Física por formação, graduado pelo Instituto de Ensino Superior do Sul do Maranhão IESMA/UNISULMA, no ano de 2014, trabalho atualmente como Preparador Físico em uma academia, trabalho como Personal Trainer, colunista da Saúde em Revista e do Jornal Correio Popular

EDIÇÃO IMPRESSA