NA MARCA DO PÊNALTI

NA MARCA DO PÊNALTI

COLUNAS ANTERIORES

Carloto Junior - 13:19 12/02/2018

Coluna Na Marca do Pênalti...

O Flamengo venceu…

o Botafogo por 3 x 1, no último sábado e garantiu vaga na final da Taça Guanabara, 1º turno do Campeonato Carioca. Nas casas de apostas, o Flamengo foi apontado como o favorito do jogo e confirmou o prognóstico ao vencer o time da estrela solitária sem maiores problemas. A superioridade do time Rubro Negro foi grande. Fez 1 x 0 no 1º tempo, através de Everton (cabeça). Ampliou o placar para 2 x 0, logo no início do 2º tempo, com Henrique Dourado (que estreou com a camisa rubro negra) e, em seguida, tirou o pé do acelerador. O Botafogo chegou a descontar, através de Kieza, mas, nos acréscimos, Vinícius Júnior fechou o placar em um belo gol. Na final, o Flamengo enfrenta o Boavista, que se classificou ao empatar com o Bangu, na quinta-feira, em 2 x 2. A decisão acontece no domingo, às 17h (Horário de Brasília), no estádio Nilton Santos. Nenhuma das equipes tem vantagem.

No jogo entre...

Flamengo 3 x 1 Botafogo, deram destaque mais para a comemoração de Vinícius Júnior, no 3º gol, do que ao jogo em si, ao placar e a superioridade que a equipe rubro negra teve em relação ao alvinegro. Isso tudo porque o jogador do Flamengo comemorou o gol fazendo o gesto do chororô, comemoração que ficou marcada nos anos 90, através do atacante Sousa. Após o gol e a comemoração, nenhum jogador do Botafogo se manifestou, mas a revolta veio do banco da equipe alvinegra, como sempre aparecendo àqueles que se acham mais homem do que os outros e querem resolver as coisas no braço, na violência. Na verdade, o futebol brasileiro está ficando chato, o jogador não pode mais comemorar o gol, pois corre risco de receber cartão amarelo, como aconteceu com Vinícius Júnior. Imaginem na época de Romário, Bebeto, Edmundo, Renato Gaúcho, Viola, Donizete e etc, que comemoravam provocando ou respondendo a torcida adversária. Pelo visto, vamos chegar no tempo que os autores de gols vão ter que pedir desculpas aos adversários. Tem muito mais coisas para serem resolvidas no futebol do que se preocupar com as comemorações de gols.

O Sampaio Corrêa...

mesmo com o time desfalcado, não tomou conhecimento do Santa Quitéria e venceu por 3 x 1, em pleno estádio do adversário. O nome do jogo foi o atacante Uillian, que saiu do banco para fazer os 3 gols da vitória Tricolor. Com o resultado, o Sampaio assume a liderança isolada do estadual, com 7 pontos ganhos. Já o Santa Quitéria amarga a penúltima colocação com apenas 2 pontos e sem nenhuma vitória conquistada. Está à frente, apenas, do Bacabal que ainda não pontuou na competição. Moto e Maranhão dividem a vice-liderança, com 5 pontos, enquanto o Cavalo de Aço fecha o G-4, com 4 pontos. A próxima rodada acontece no fim de semana, com Bacabal x MAC e Imperatriz x Sampaio, no sábado, além de Cordino x Moto, Santa Quitéria x Sã José, no domingo.

No Imperatriz...

os jogadores continuam treinando em pleno carnaval. Apenas o domingo foi de folga, mas a segunda-feira o trabalho foi em dois períodos. Com um jogo decisivo, no próximo sábado, contra o Sampaio, o Novo Cavalo de Aço não pode nem sonhar com festa de carnaval. A ordem é trabalhar e trabalhar para recuperar os pontos perdidos dentro de casa (já foram 5). O jogo contra o Sampaio pode ser o divisor de água para o Imperatriz. Caso consiga vencer, o que não é impossível, o time vai se colocar bem na classificação. Empate ou derrota, a situação vai ficar insuportável, com o time correndo sério risco de não se classificar para as semifinais. Que o time saiba aproveitar o fato de o Sampaio jogar na quinta, pela Copa do Nordeste.

AUTOR

Carloto Junior

Carloto Júnior, nascido em Pedreiras-Ma, residente em Imperatriz deste 1989. Blogueiro, Radialista, comentarista esportivo, apresentador de programa esportivo em Rádio e TV, com DRT nr 708. Filiado à ACLEM e ABRACE.

EDIÇÃO IMPRESSA