CIDADE

CIDADE

Stephanne Menezes - 10:23 16/05/2018

Vídeos de furtos viralizam em Imperatriz

Apenas esta semana três vídeos foram divulgados em uma rede social. Delegado alerta para atitudes a serem tomadas em casos semelhantes

Mulher é gravada furtando celular e dinheiro de vítima próxima ao centro comercial de Imperatriz. (Fotos: Divulgação)

Três vídeos de furtos viralizaram nas redes sociais de Imperatriz esta semana. Em dois vídeos o crime é praticado por um mesmo senhor que aparenta já ser idoso.

Os vídeos circularam nas redes sociais e foram gravados por câmeras de segurança dos estabelecimentos comerciais. O primeiro vídeo divulgado é de uma mulher que furta o celular de outra em uma loja de roupas próxima a Praça de Fátima, em Imperatriz.

Neste primeiro vídeo, a criminosa se aproxima da vítima que está olhando algumas peças de roupa com a vendedora. Ela fingiu olhar também a mercadoria para se aproximar da bolsa da vítima e praticar o ato criminoso.

Segundo a publicação, além do celular, a mulher conseguiu levar dinheiro da vítima. O vídeo foi divulgado no último domingo, 14, e até então a criminosa não tinha sido localizada.

Nos comentários, os internautas também denunciam que já foram roubados da mesma forma e também próximos ao centro comercial de Imperatriz.

Em outros dois vídeos, divulgados na terça-feira (15), um homem de cabelos e barba branca furtou aparelhos eletrônicos em dois estabelecimentos comerciais.

No primeiro vídeo do homem é possível ver que ele coloca o chapéu próximo ao celular da vítima para conseguir subtrair o aparelho. No outro vídeo ele conversa com a recepcionista, que se ausenta por alguns segundos, e ele recolhe um aparelho que estava no balcão. As imagens desse último vídeo foram gravadas em outubro do ano passado.

Assista abaixo:

 

 

O delegado regional da Polícia Civil, Eduardo Galvão, recomenda denunciar o ato criminoso e se precaver com algumas atitudes. “A melhor recomendação para todo comerciante é ter câmeras de segurança e ter alguém monitorando, principalmente áreas maiores”, comenta.

 

Além disso, o delegado destaca a importância de denunciar. “Constatando o roubo ou furto, acionar a segurança e também a polícia”, finaliza.

O furto é previsto no código penal brasileiro, artigo 155 e prevê a pena de um a quatro anos e multa. Além disso, o crime pode se agravar caso seja qualificado, com a pena aumentando de dois a oito anos.

A diferença de roubo para furto é que o segundo é praticado sem que a vítima perceba, sem contato ou agressão.

EDIÇÃO IMPRESSA