ESTADO

ESTADO

Sinfra - 17:54 05/07/2018

'A estrutura nos motiva a estudar', diz aluna sobre ampliação do IEMA em Axixá

A afirmação, da estudante Marta Vitória, reflete o sentimento de satisfação dos mais de 160 alunos do Instituto

A unidade foi ampliada com mais 12 salas, o que dobrou a capacidade de alunos atendidos. (Fotos: Jorge Ribeiro)

“Foi uma excelente oportunidade que todos nós tivemos. Quando viemos para o IEMA percebemos que a estrutura dele é totalmente diferente das outras escolas. Muitas vezes o que incentiva a gente estudar não é só o método de ensino é, também, a estrutura, pois isso motiva a gente a estudar, a querer mais”.

A afirmação, da estudante Marta Vitória, reflete o sentimento de satisfação dos mais de 160 alunos do Instituto de Educação, Ensino e Tecnologia (IEMA) de Axixá, que teve sua unidade ampliada com mais 12 salas, o que dobrou a capacidade de alunos atendidos.

Icatu

Uma das obras mais aguardadas pela comunidade de Icatu era a chegada do Mais Asfalto. A cidade recebeu nesta etapa um investimento de mais de R$ 1 milhão de reais, podendo assim, levar asfalto para diversas ruas do Centro da cidade.

“O asfalto é uma obra social, ela interessa à rua, ele interessa para quem anda a pé, de moto, bicicleta, carro e interessa para quem está dentro de casa. O asfalto na rua é limpeza e saúde dentro de casa”, disse Flávio Dino em seu discurso para a comunidade.

Motociclista, José da Silva, passa todos os dias pela Rua Duque de Caxias, uma das ruas beneficiadas em Icatu, para ele a chegada do asfalto melhora significativamente a mobilidade de quem precisa trafegar todos os dias pelo centro. “Agora ficou melhor, pra andar de moto, melhora 110%”, disse.

O secretário Clayton Noleto reforçou as ações do Programa Mais Asfalto em todo o Estado, bem como os avanços em Icatu. “Mais uma cidade beneficiada pelo Programa Mais Asfalto, que tem percorrido por todas as regiões do Maranhão. Já são mais de 1.600 km de ruas e avenidas recuperadas, gerando mais empregos e  desenvolvimento aos municípios”.

EDIÇÃO IMPRESSA